Movimento Cultural Ermelino Matarazzo

Desde a sua fundação, a Associação Periferia Invisível acredita na articulação coletiva e atuação em rede como estratégias de fortalecimento cultural dos territórios em que atua, de forma a concretizar seus objetivos de democratização do acesso e da produção cultural. Nesse sentido, o coletivo já fez parte de inúmeras redes e fóruns de cultura, instâncias que agregam diversos coletivos e agentes culturais em prol de interesses comuns.

Atualmente a associação integra o Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, que realiza, entre muitas ações, a Ocupação Cultural Mateus Santos, no centro de Ermelino, e que conquistou em 2016 a criação da Casa de Cultura Ermelino Matarazzo, luta histórica do bairro.

Para conhecer mais sobre o Movimento, acesse a página oficial.

happy wheels